cordao-de-nylon

Nylon: características, aplicações, tipos

O Nylon, ou náilon (em português), é um material sintético muito conhecido. Por sua versatilidade, o material acabou se tornando a escolha perfeita para uma grande série de aplicações. Mesmo assim, o material deve ser usado e descartado com cuidado, para evitar impactos no meio ambiente.

Sabendo disso, as informações que encontrará aqui irão lhe apresentar o Nylon nos mínimos detalhes. Com isso, você ficará sabendo sobre a composição do material, suas aplicações, características e muitos mais. Sendo assim, não deixe de conferir esses dados tão úteis.

O que é o Nylon?

Bem, de modo geral, o Nylon pode ser considerado como uma espécie de fio sintético de alta resistência. O material foi inventado em 1935, pelo químico Wallace Hume Carothers e, logo depois, vários materiais, como o velcro e outros tecidos, foram gerados com ele.

nylon
Foto: BergamoScienza

De acordo com uma história famosa, o material recebeu esse nome, pois a fábrica que o produziu tinha sedes em Nova York (NY) e em Londres. Mesmo assim, essa história não foi provada e existem outras lendas ao redor desse material tão famoso. Entenda um pouco mais sobre o policarbonato.

Como já foi citado, o Nylon possui alta resistência e, por esse mesmo motivo, o tempo que ele leva para ser desintegrado é 400 anos. Isto é, para o meio ambiente, o material pode ser muito prejudicial. Não à toa, existem regras para o descarte e sua utilização. Em certos locais do Brasil, por exemplo, a pesca em larga escala com redes de Nylon é proibida.

Tipos de Nylon e suas aplicações

Apesar de o Nylon ser muito conhecido pelas linhas de pesca, existem vários tipos e várias aplicações diferentes para ele. Para começar, o Nylon não precisa necessariamente ser um fio, ele pode ser moldado para gerar tecidos, engrenagens, parafusos, pulseiras de relógios e muito mais.

nylon-branca
Foto: Progresso

Outra aplicação muito famosa do Nylon é no caso das suturas de ferimentos. Como o material é inerte ao organismo, ele não gera reações inflamatórias como outros fios.

E claro, é possível citar também as cordas de violão. Nesse caso, as três cordas mais finas do violão são formadas pelo Nylon sem uma proteção. As três cordas mais grossas possuem um núcleo de Nylon, mas são cobertas por uma camada de cobre banhado com prata.

aplicação do nailon
Foto: Odonto Paiva

Por fim, não se pode deixar de lado o grande potencial do material para gerar peças de vestuário. Roupas íntimas, biquinis, bermudas, shorts e roupas esportivas são alguns dos produtos gerados com fios de náilon.

Características do Nylon

Para encerrar, nada melhor do que falar um pouco sobre a ciência por trás desse material tão popular. Como já foi destacado, o Nylon é um material sintético, classificado como a primeira fibra sintética têxtil já produzida. Aliás, o material é constantemente citado como o maior representante dos materiais de um grupo conhecido como poliamidas, que apresentam ótima resistência ao desgaste e ao tracionamento.

cordao-de-nylon
Foto: Elo7

Por essas características, o Nylon é tão indicado para a pesca. Basta fazer o teste com as próprias mãos, o material não arrebenta! E é essa resistência que também permite que as cordas de violão sejam tensionadas ao máximo para encontrar a afinação perfeita. Em alguns casos, as cordas chegam a ser puxadas além do normal e não se arrebentam.

Portanto, o Nylon é um material muito útil em uma série de aplicações. Conheça também sobre o teflon.
Por suas características e sua versatilidade, não é difícil perceber os motivos que levaram o material a ser tão popular. No entanto, é sempre bom destacar que o descarte do Nylon deve ser feito de uma forma correta, já que sua alta durabilidade pode representar um perigo para o meio ambiente. Com esse ponto em mente, bastará aproveitar tudo que esse material tão interessante tem a oferecer.