para que serve o plastico filme

Filme Stretch: o que é, para que serve

O filme stretch representa, de fato, a melhor solução técnica e econômica para as transações entre empresas ou a relação consumidor-fornecedor, o melhor custo-benefício do mercado, além de todos os demais benefícios. Além do mais, é um produto atóxico e reciclável, livrando o meio-ambiente de qualquer degradação mais profunda.

O que é filme stretch?

O Plástico Stretch é o chamado plástico-filme, um material esticável auto-adesivo para plastificação, seja para alimentos ou produtos em geral, produzido com polietileno. Graças à sua elasticidade, mantém-se extremamente preso à carga, recobrindo o produto não importando seu tamanho ou fragilidade, não se deformando nem com o tempo nem com as variações de temperatura.

Materiais desse tipo possuem resistência, permitindo a eliminação de cantoneiras, mantendo a carga firmemente protegida (de agentes infecciosos no caso de alimentos) e atada à base do carregador. A carga então fica protegida da umidade, permanecendo absolutamente limpa até às mãos do solicitador, seja este o comprador final ou algum fabricante. Por conta da visibilidade, o filme permitirá que se perceba qualquer violação da mercadoria.

bobina de filme stretch

Como é feito o armazenamento 

Quanto ao processo de armazenamento, visando a transferência do carregamento de um ponto ao outro, como na paletização, a proteção dos produtos contra o atrito causado pelo sacolejar do próprio transporte é fundamental e, por saber que coisas assim são comuns em importações e exportações, visa-se todo cuidado ao longo do processo.

Sua resistência, isto é, a resistência do filme stretch, resultante da produção por várias camadas de PELBD, faz com que esse filme de plástico seja o preferido para armazenamento e proteção de vários segmentos da indústria de consumo. O mercado tende a se acomodar, às vezes, ao descobrir um bom produto que possa servir de base no trato para com os outros e esse é o caso do filme stretch. Indústrias como as de pisos cerâmicos, latas, refrigerantes, tampas, fraldas, celulose e entre várias outras acabam por se utilizar desenfreadamente do plástico-filme.

O filme stretch, enfim, é processo por resinas virgens de PELBD, coisa que justifica sua qualidade. A resistência do nosso produto em questão se torna superior em detrimento a outros tipos de filmes. Sua aderência é outro aspecto importante, facilitando na logística do transporte e armazenamento de produtos, adequando-se perfeitamente à sua finalidade.

As suas propriedades óticas são também de grande valia, atribuindo ao produto protegido um aspecto agradável, coisa perceptível na reação dos consumidores que acabam por preferir produtos plastificados. Além do mais, ainda no sentido da ergonomia, o filme stretch facilita a compactação de vários produtos a espaços menores.

Dito isto, deve-se escolher o plástico stretch visando uma melhor proteção ao produto, melhor acomodação dos estoques e suas cargas, armazenando-os de forma mais prática, facilitando sua importação ou exportação, optando assim por trabalho de qualidade. E por falar de qualidade, deve-se atentar aos filmes Negreira, que prometem: aderência, resistência, retenção e praticidade.

Para que serve o filme stretch?

para que serve o plastico filme

Além do uso costumeiro que as pessoas empregam ao mesmo em relação a alimentos, por exemplo, o Filme Stretch é uma opção interessante para a paletização de qualquer produto mais intrincado, como é o caso de máquinas dos mais diversos tipos. A utilização deste objeto garante à integridade e retenção dos produtos, assim como a proteção de toda a carga (falando aqui menos de batidas e mais de umidade ou poeira). Pode ser aplicado manualmente ou com máquinas específicas para o trabalho.

Filme stretch para paletização

Podemos entender como paletização o termo utilizado no mercado logístico e de estocagem, através do qual os produtos são envolvidos e plastificados, acomodando-o o mais firme possível, garantindo sua segurança contra umidade ou poeira. Tal filme para paletização é produzido com resinas de Polietileno (PEBD), fazendo com que cada camada do filme adira uma à outra a cada volta.

Geralmente se encontra em cargas que visam a unificação dos produtos ou a proteção daqueles mais frágeis, protegendo-os, como já disse, de fatores externos. Em suma, um bom filme para paletização possui excelente resistência e tem coloração translúcida, permitindo a visualização do conteúdo da carga.

Fabricante do filme stretch

Amplamente popular, trata-se de um material valioso para as indústrias. Por exemplo: Nas fábricas de eletroeletrônicos, agronegócio, papel e celulose. Os fabricantes de tal plástico-filme são sempre procurados por empresas ao redor do mundo, favorecendo uma interação que apenas através da competição pode ajudar no florescimento de um material ainda melhor no futuro. Atualmente, é ofertado em bobina de filme stretch manual com 500 mm.

Vantagens e desvantagens do Filme stretch

Trata-se de um material de alta maleabilidade e atóxico. Possui a característica de reciclagem, despreocupando em grande parte os ambientalistas. Pode proteger o produto de poeira, perfurações, umidade e qualquer outro agente externo (geralmente). É uma embalagem utilizada, como Já dito, em importações e exportações, cumprindo função em armazéns logísticos e entre outros. É um material de alta resistência, podendo ser esticado até certo ponto, o que se traduz em redução de danos ao produto.

As vantagens de comprar o plástico stretch são inúmeras, e talvez seu único defeito lógico e óbvio seja sua não capacidade de proteção frente a impactos fortes ou quedas bruscas, visto que a energia cinética não é distribuída ao longo do plástico-filme, muito menos dissipada, ocasionando possíveis danos.