malhas de poliester

Poliéster: características, aplicações

O poliéster é um dos materiais mais utilizados pelos seres humanos. Podendo ser aplicado de inúmeras formas, esse material sintético chama atenção por sua versatilidade, mas, embora tenha muitos pontos positivos, também carrega alguns destaques negativos.

Assim, para poder lhe apresentar o poliéster nos mínimos detalhes, este post funcionará como uma ficha descritiva do material. Aqui, você ficará conhecendo a composição, as aplicações, características, etc. Resumindo, se quiser saber mais sobre o poliéster, acompanhe até o fim…

O que significa Poliéster?

Para começar, é importante entender o que é o poliéster. Nesse caso, compreender o significado do nome já é um grande passo. Afinal, como o nome sugere, o material é formado por vários (poli) grupos ésteres (éster). Lembrando que os ésteres são substâncias geradas através da reação álcoois e ácidos.

malhas de poliester
Foto: HellermannTyton

A composição do material é repleta de muitos produtos químicos e, dependendo da temperatura à qual for submetido, ele poderá ser aplicado de formas diferentes. Aliás, é a quantidade de aplicações do material que permite que uma pessoa possa realmente entender a importância dele…

Aplicações do Poliéster

Dentre as muitas aplicações do poliéster, aquela que merece maior destaque é, sem dúvidas, o Polietileno Tereftalato, muito conhecido como o Plástico PET. Pois é, esse tipo de plástico tão comum está no grupo dos poliésteres.

Outra aplicação muito popular do material é na indústria têxtil. As peças de vestuário feitas com o material começaram a se destacar a partir de década de 1960. A produção em massa se tornou comum e os materiais gerados ofereciam mais conforto, brilho e resistência.

Além dessas aplicações mais óbvias, o poliéster marca presença em uma série de materiais que muita gente sequer imagina. Alguns exemplos interessantes são: as lonas, os ecrãs LED, canoas, filmes, tinta em pó e verniz.

Cabe destacar que, quando aplicado como verniz, o poliéster se destaca na indústria de instrumentos musicais. Isso mesmo! Os acabamentos feitos nas madeiras de alta qualidade de guitarras e pianos fazem uso do material para ter aquele brilho diferenciado.

poliester
Foto: Foto: Aminama

E sim, as aplicações na indústria também são muitas. Por apresentar certas propriedades mecânicas e alta resistência ao calor, o material, muitas vezes, é utilizado como selo abrasivo em motores a jato. Claro, outras indústrias também se aproveitam dessas características tão peculiares do poliéster.

Para poder identificar o poliéster, conhecer suas principais características é essencial. Como já foi destacado, o produto é formado por vários grupos ésteres. Porém, para alcançar o seu “estado final”, é necessário condensar uma série de moléculas e eliminar alguns compostos. O processo químico ainda inclui outros materiais gerados naturalmente, como a cutina (material presente na cutícula das plantas).

Dependendo da estrutura do material, ele poderá ser classificado como termoplástico ou termoendurecido. Isto é, quando submetidas a certas temperaturas, as peças ganham maior dureza ou maleabilidade.

Quando aplicado em tecidos, geralmente o material é combinado com outras fibras naturais, para que o produto possa ganhar um toque menos artificial. Desse modo, as peças de vestuário herdam as características do poliéster (não amassar facilmente, ter maior resistência, reter as cores, etc.) e a leveza natural de materiais como lá ou algodão.

No que diz respeito à natureza, os poliésteres naturais e até alguns sintéticos são biodegradáveis. Contudo, alguns não são. Por esse motivo, certas peças feitas nesse material devem ser submetidas a um processo específico de reciclagem.

Portanto, o poliéster é um material extremamente versátil que já faz parte da vida dos seres humanos. Suas aplicações são muitas e, em todas elas, a eficiência é extremamente alta. O único ponto negativo é o impacto de algumas peças no meio ambiente, mas não é nada que um uso consciente e um descarte adequado não possam resolver. Agora que você sabe tanto sobre o material, não será nada complicado fazer a sua parte nesse sentido.