casa-sobrado-em-steel-frame

Steel Frame: o que é, para que serve, normas

O Light Steel Frame (LSF) é um sistema usado na construção civil que não utiliza tijolos e concretos. Esse sistema teve sua origem nos Estados Unidos por volta de 1933.

Em seguida ele foi amplamente usado depois da Segunda Guerra Mundial como uma forma para a reconstrução rápida dos países europeus no período pós-guerra.

Vale ressaltar que o sistema foi usado para reconstruir o Japão, que precisava de cerca de 4 milhões de moradias no final da guerra. Aqui no Brasil, esse sistema de construção teve início na década de 90, sendo usado em casas.

A partir daí, o sistema vem crescendo no mercado e sua utilização já atingiu até as obras comerciais. Neste artigo vamos falar desse sistema de construção, o Steel Frame mais detalhadamente.

O que é o Steel Frame?

O Steel Frame é um sistema de construção, como já foi dito acima, que usa perfis de aço galvanizado conformadas a fio.

Esses perfis são fabricados para aguentar todas as cargas da edificação.

light steel frame
Foto: Wadeframes

A estrutura desse sistema é construída sobre uma base de concreto. Assim como a construção de aço é mais leve que em alvenaria, a fundação, consequentemente, também é simplificada.

Se formos comparar esse sistema com a construção tradicional, as estruturas de concreto realizadas com fechamento de tijolos/blocos ou pela alvenaria estrutural são totalmente substituídas por uma estrutura de aço galvanizado leve, revestidas com placas. Então elas estão prontas para receber pintura ou revestimento. O fechamento é feito por placas que podem ser cimentícias, de madeira, drywall e outros. Veja também nossa matéria que fala sobre o Graute.

A sua estrutura é formada por fechamento externo, isolantes termoacústicos e fechamento interno.

Saiba que uma das principais diferenças do Steel Frame é a limpeza do canteiro de obras, isto porque não há utilização de água, o que gera uma construção seca, título pelo qual esse sistema de construção é também chamado. Outro ponto importante é a precisão do sistema, tanto dos cálculos da quantidade de material que será usado, quanto na execução do sistema.

Não deixa praticamente nenhum resíduo, porque a estrutura é fabricada  com as dimensões  estabelecidas em projeto, isto dispensa o corte de peças, o que torna a construção mais barata, rápida e limpa.

Se tiver mais de um pavilhão na construção, a separação entre um pavimento e outro, é feito por lajes leves, fabricadas com perfis de aço galvanizado revestidas por madeira, placas cimentícias ou outro tipo de placa. Usa forros leves, como os de PVC por exemplo. Também podem ser usadas lajes pré moldadas de concreto.

Para que serve o Steel Frame?

Devido a sua rapidez e agilidade nas edificações, esse sistema seria o ideal quando o assunto se trata da construção de habitação social.

Esse assunto vem sendo debatido há anos e verificou-se que o déficit habitacional ainda é grande, apesar dos esforços de programas como o “Minha casa, Minha vida”.

Baseado nos custos do sistema Steel Frame e também a rapidez na execução da obra, o uso do mesmo pode acelerar a produção de casas e reduzir esse déficit.

Veja também sobre porcelanato liquido e tire dúvidas.

steel Frame
Foto: PET/ECV

Normas técnicas

O CBCA informou que ainda não existe uma norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas que abranja a montagem do sistema de Steel Frame, porém, um texto base para uma futura normalização para esse sistema está em desenvolvimento.

Algumas outras normas de referência são:

ABNT NBR 6.355:2003 – Perfis Estruturais de Aço Formados a Frio – Padronização

ABNT NBR 14.715:2001 – Chapas de Gesso Acartonado – Requisitos

ABNT NBR 14.717:2001 – Chapas de Gesso Acartonado – Determinação das Características Físicas

ABNT NBR 14.762:2001 – Dimensionamento de Estruturas de Aço Constituídas por Perfis Formados a Frio – Procedimento

ABNT NBR 15.217:2009 – Perfis de Aço para Sistemas de Gesso Acartonado – Requisitos

ABNT NBR 15.498:2007 – Placa Plana Cimentícia sem Amianto – Requisitos e Métodos de Ensaio

DIRETRIZ SINAT Nº 003: Sistemas Construtivos em Perfis Leves de Aço Conformados a Frio, com Fechamento em Chapas Delgadas (sistema leves tipo “Light Steel Framing).

Vantagens e Desvantagens do Steel Frame

Vantagens:

  • Agilidade na construção: esse sistema de construção permite que uma obra seja realizada de forma rápida, isto porque a maioria dos seus componentes são pré fabricados. Algumas casas podem ser construídas em 15 dias ou menos.
  • Redução do peso da estrutura: já falamos sobre essa característica anteriormente , mas vale a pena ressaltar, como os perfis de aço galvanizado são leves e não causam grandes esforços de carga na estrutura. Por isso são usadas as fundações superficiais do tipo radier.
  • Maior precisão na execução: como os painéis são fabricados por meios industriais, a precisão e a diminuição de erros, faz com que esse sistema seja mais confiável.
  • Edificação sustentável: não faz uso de recursos naturais como água para a execução do Steel Frame. Também gera-se muito pouco lixo e resíduos na sua construção.
  • Melhor isolamento térmico e acústico.
  • Várias opções de acabamento.
  • Menor custo: o Steel Frame é mais barato, principalmente em edificações menores, isto porque o custo com materiais e mão de obra acabam sendo menores, devido ao pouco tempo de realização da obra.

Desvantagens:

  • Limite de pavimentos: na verdade existem alguns exemplos de edifícios de vários andares, sendo construídos, mas o normal são construções com até 5 andares.
  • Dificuldade de encontrar mão de obra especializada: Já que é um sistema relativamente novo no Brasil, a mão de obra especializada ainda está se desenvolvendo.