TPU para celulares: O que são, quais vantagens e desvantagens

capa de tpu

Utilizado na fabricação de produtos pneumáticos, buchas, roletes, roldanas e capas de celular, sua altíssima qualidade garante ao mercado certa estabilidade em relação à satisfação dos clientes, pois apesar destes não entenderem os processos por trás do TPU, a qualidade dos produtos é visível a qualquer um em seu dia a dia.

O poliuretano termoplástico pode também ser encontrado em tubos petrolíferos para a condução de petróleo e outros derivados.

O que é TPU?

TPU ou poliuretano termoplástico, utilizado na confecção de variados produtos relacionados ao plástico, nada mais é do que um grupo de polímeros cuja forma pode variar, desde esponjas até borrachas, usado geralmente como isolante térmico ou acústico.

É fabricado seguindo um rigoroso controle no que diz respeito à sua qualidade, garantindo a segurança do produto.

Os TPU’s podem ser processados através de técnicas comuns entre termoplásticos, como, por exemplo, moldagem por injeção. O poliuretano termoplástico pode ser encontrado em muitas indústrias nacionais e internacionais, visto a alta qualidade dos produtos que podem ser gerados a partir do mesmo.

capa de tpu
Capa fabricada com TPU (foto: reprodução)

Conheça o material TPU

Por ser um material com vantagens claras em relação a muitos outros, sua capacidade competitiva é alta, fazendo do poliuretano termoplástico uma opção bastante procurada por profissionais da indústria.

Além de possuir uma alta flexibilidade, mesmo exposto a baixas ou altas temperaturas (ideal para cases protetores de celular, visto o número de pessoas que trabalham em ambientes insalubres e não podem se furtar do aparelho), o material TPU ainda conta com uma ótima resistência a gorduras e óleos, à oxidação e ao ozônio.

Sendo parte do que se pode chamar de micro-revolução industrial, o TPU se encontra no caminho certo para tomar o lugar do plástico convencional.

Capa de TPU para celular

Sendo o poliuretano termoplástico, o TPU, um material não apenas durável, mas também maleável, a questão das quedas (dos celulares) diminui como problema, pois ao derrubar um celular no chão, o impacto da queda será em boa parte absorvido pela capa de TPU, dissipando a energia que deveria ser direcionada ao aparelho.

Em alguns casos, por conta maleabilidade do material e do silicone misturado ao TPU, a capa do celular poderá sofrer certa deformidade, no entanto, bastará que a função principal da capa seja cumprida, a saber, assegurar a integridade do telefone móvel, para que se determine tal material como aceitável ao controle de qualidade.

capa de celular com tpu

Ao contrário de outros materiais mais rígidos, o TPU, convêm dizer, não quebra ou racha ao absorver a energia de impacto de uma queda.

Com isso notamos uma equivalência quase perfeita entre durabilidade e maleabilidade, pois além de sua resistência exemplar, a própria linha de montagem não encontra problemas em inserir saliências nas capas de TPU, coisa ideal para que o aparelho não se torne escorregadio, primando também pela estética do mesmo que, a partir da técnica especificada, pode adquirir toda uma diversidade de estilos.

TPU ou silicone, qual o melhor?

Para uma resposta mais aceitável, cabe listar os atributos de cada um.

Silicone gel: Alta maleabilidade em detrimento da rigidez. A textura geralmente é incômoda, podendo grudar na palma da mão ao menor sinal de suor.

Para Iphone 6 ou Samsung Galaxy 7, uma capa de silicone pode se adequar bem, visto que a mesma não irá obstruir o desenho original do aparelho nem adicionará volume a ele. A capa de silicone, contudo, tende a se desgastar devido a oxidação, amarelando e adquirindo marcas oleosas.

TPU: Apesar do volume a mais que o celular ganha com tal capa, a durabilidade e proteção é garantida.

Acessórios de TPU também não se tornam flácidas com o tempo, ao contrário das capas de silicone. Além do mais, o TPU oferece um recorte preciso e objetivo, não atrapalhando os botões ou os meios de entrada, seja o canal por onde o fone se conecta ou aquele pelo qual se carrega o celular.

Atualmente, até mesmo o detalhe quanto ao volume extra que o celular recebe acabou por se tornar irrelevante, pois muitas das capas acabaram por evoluir no mercado e o TPU acabou ganhando certas propriedades oriundas do silicone, adquirindo maior maleabilidade sem perder em durabilidade ou, se perder, perdendo muito pouco.

A questão do design e das cores também é um ponto a favor dos acessórios de TPU mesclados com silicone, pois a referida maior maleabilidade acabou possibilitando cases mais artísticos e menos minimalistas, embora exista quem prefira a linha de capas de TPU minimalistas.

Película de gel ou de vidro, qual usar?

Principalmente ao se falar em Smartphones é que as películas se tornam mais necessárias, afinal, a estrutura dos Smartphones é algo delicado e, portanto, carentes de proteção.

As películas servem para reforçar a resistência da tela do seu aparelho, principalmente no que tange aqueles cuja telas são de vidro temperado. E, em meio a essa demanda por segurança, duas películas acabaram por surgir no mercado, as películas de vidro e as de gel.

pelicula de de gel

Película de vidro: As películas de vidro, possuindo 0,3 cm de espessura, não se adequam a todos os aparelhos celulares, por vezes não cobrindo toda a extensão da tela no caso daquelas que são arredondadas nas extremidades.

Por não possuir um bom equilíbrio entre durabilidade e maleabilidade, tal película, ao tomar uma queda, pode rachar nas quinas e a energia acabaria se espalhando, trincando a mesma em toda sua extensão.

Película de gel: As películas de gel conquistaram grande parte do público consumidor. Possibilitando a absorção total do impacto, tais películas possuem maior maleabilidade e se adaptam com facilidade em aparelhos com tela 2.5D.

Sua espessura tende a ser menor que a película de vidro, mas quanto à absorção de impactos, pode-se dizer que ambas empatam, contudo, por conta da maleabilidade, a película de gel se mostra mais eficiente no caso de uma eventual queda, pois a mesma não trinca ou quebra, tendo maior durabilidade.